INFLUÊNCIAS POSITIVAS E NEGATIVAS

25/07/2013 01:55

Negativas:

 

*      Televisão (Apologia ao uso de substâncias psicoativas em geral).

*      Convivência com usuários(namoros, amizades, etc).

*      Internet (antivírus - pais).

*      Jogos diversos que façam apologia à violência e ao uso de substancias psicoativas. (Internet).

*      “Amigos” desconhecidos da família que tem uma conduta desregrada e comportamentos insanos e inadequados. Normalmente aqueles que por diversos fatores não encontram o seu eu e precisam sempre fazer “algo diferente” pra chamar a atenção dos demais.

*      Familiares mal informados que não sabem que molhar a chupeta numa bebida alcoólica e dar ao seu filho ou até mesmo fumar cigarro na presença deles pode estar iniciando um processo de D.Q..

*      Pais ou familiares D.Q. que usam drogas ou consomem álcool abusivamente na presença de seus filhos ou crianças.

*      Pressões grupais.

*      Liberdade financeira excessiva.

*      Falta de espiritualidade.

 

                  Positivas:

     

*      Programas instrutivos na televisão com conhecimento dos pais e horários pré-determinados.

*      Cotidiano regrado, com disciplina e distribuição de responsabilidades de acordo com a idade.

*      Leitura de livros devidamente selecionados pelos responsáveis baseado na idade e princípios.

*      Prática de espiritualidade independente da religião de preferência.

*      “Amigos” conhecidos da família que tenham uma conduta regrada, boa disciplina, a família seja de conhecimento de seus pais ou responsáveis.

*      Prática de esportes em ambientes saudáveis como clubes, bons parques (conhecimento dos pais e/ou responsáveis), comunidades, etc.

*      Liberdade financeira controlada.

*      Internet supervisionada e com limites bem estabelecidos, impedindo sites de pornografia, violência, jogos inadequados, bate-papos com estranhos sem a supervisão de um responsável, etc (casos menores de 18 anos). Adultos regrar-se!.

*      Boa educação familiar.

*      Exemplo de familiares dentro de casa. O exemplo vale mais do que muitas palavras.

Muito amor, carinho, equilíbrio emocional e diálogo